Mega Mass

Posted in apocalipse, quadrinhos on November 11th, 2009 by D. Vespa

Este episódio tem algumas referências auto-biográficas. Segue um texto que o Lonefreak escreveu na época que fizemos esta página:

“Tirando o fato de eu nunca ter me tornado um zumbi, Mega Mass surgiu como uma história autobiográfica. Eu fui um nerd magricela que se juntava pelas escadas da escola com seus amigos nerds pra falar nerdices. Não que eu tivesse a consciência, na época, que essas – inteligência, afinco, criticismo – características não seriam exatamente consideradas vantagens no nosso mundo. Outros valores já eram mais importantes e, no fundo, isso nunca me incomodou. Mas hoje, sabendo melhor como são as coisas, o Zumbi Demolidor ficou engraçado ao se tornar o panaca fortinho e burro que todos adoram. E aposto uns dentes que ele é bem feliz. =)

A frase “eu era um garoto magricela e cuzão” eu tirei da letra de uma das fantásticas músicas de uma banda chamada Os Boquetas, cujo vocalista, Fernando La Gamba, é um grande amigo. A música, que empresta o título ao número 12, pode ser baixada daqui. A letra encaixa perfeitamente no contexto desta história #apocalíptica. E no diário, a frase “dar pra mim que é bom, ninguém quer”, Danilo resgatou do Duas Caras, seu amigo, dos finados blogs Whorpa e O Arroto. Viva os mortos!!

E convenientemente no dia em que falamos sobre os valores que são empurrados pra gente nesse mundo besta e capitalista, estreamos nossos links do AdSense. Google bless this site!! Amém.

See ya”

Os Adsense eu tirei, chega de poluição visual por uns tempos. A música dos Boquetas você ainda pode conferir aqui.

Posts Relacionados:

Tags: , ,