Manias

Posted in heresias, quadrinhos on April 27th, 2010 by D. Vespa

Pelo menos pra alguém dá pra contar vantagem!

Posts Relacionados:

Tags: , ,

Sobre a produção de conteúdo (ou A Internet está virando um grande RT)

Posted in observações, textos on February 12th, 2010 by D. Vespa

Eu já falei isso num post anterior e repito: acho horrível a forma como as pessoas consideram mais importante ter um blog com uma audiência nas alturas ao invés de ter um blog bom. A internet está virando um grande vácuo onde uns poucos criam ou registram alguma informação e muitos replicam-na sem critério algum, criando um ruído imenso de diversidade nenhuma, uma grande cacofônia de uma nota só.

Não consigo ver sentido em coisas como criar uma lista de “X coisas de tal assunto” e simplesmente agrupar coisas e nada mais, sem sequer dar uma visão pessoal ou produzir algo em cima daquilo. Pior, fazer isso e ainda ter por objetivo ser um site/blog/twitter que sirva de referência para outros sendo mero replay do trabalho de outros.  Juntar vídeos, imagens ou frases soltas de pessoas influêntes é fácil, qualquer agregador de conteúdo capenga faz isso.

Muitos podem vir e me acusar de que o outro blog do qual participo também é assuntos que, por vezes, já forma exaustivamente discutidos na internet – mas nesse caso eu rebato:  é um assunto focado que nós, do Fronteira Final, lidamos todo dia. Cada experiência lá relatada é realmente nossa, sendo testada e vivida para só depois passar pra diante, não mero copy-paste de sites especializados. Não, não sou contra listas, só acho que elas tem que ter coerência: muitos sites bons são feitos destas forma, o autor do texto em geral apresenta-as para justificar algum produto que usou a dita lista como referência ou, melhor, explica a semântica/semiótica e todos por ques daquilo ter assumido aquela determinada forma naquele determinado contexto, indo muito além de uma mera galeria de imagens de propósitos totalmente vazios, sendo não mais que uma encheção de linguiça talvez para manter audiência, talvez para parecer uma pessoa de cultura para outros.

Não descarto também que existam blogs que desde o começo tem essa característica de “garimpeiros”, e que são deveras úteis como repositório de informação – mas se estes já existem, por que não contribuir com eles ao invés de criar mais um gerador de eco? Ainda por cima se for um gerador de eco destes geradores de eco?  Se realmente quer compartilhar isso no seu blog, bacana, faça-o, mas pra que replicar o material no site se você pode simplesmente passar o link para a pessoa conferir o material direto na fonte?

Acredito que uma vez que se assume a séria posição de produtor de conteúdo, se você não prezar pela qualidade do produzido em prol da audência, cai na mesma situação tão criticada por todos em relação à TV, que produz programas mediocres apenas para dar circo ao cidadão mediano – e nada mais além disso.

Só um desabafo.

Posts Relacionados:

Tags: , ,

Sociedade do Auê

Posted in heresias, quadrinhos on November 12th, 2009 by D. Vespa

Sociedade do Eco

Posts Relacionados:

Tags: , ,

Emos

Posted in heresias, quadrinhos on November 11th, 2009 by D. Vespa

Posts Relacionados:

Tags: , ,

Humanos 2.0

Posted in heresias, quadrinhos on November 11th, 2009 by D. Vespa

Posts Relacionados:

Tags: , , ,

Vinho

Posted in heresias, quadrinhos on November 11th, 2009 by D. Vespa

Posts Relacionados:

Tags: , ,

Ó céus, Ó vida…

Posted in heresias, quadrinhos on November 11th, 2009 by D. Vespa

Posts Relacionados:

Tags: , ,

Sobre este Blog

Posted in blog on November 10th, 2009 by D. Vespa

Antes de mais nada, antes que paus e pedras voem na minha cabeça, digo desde já para os politicamente corretos e simpatizantes: que fique claro que as tiras não expressam nenhum sentimento anti-religioso ou religioso ou sequer  tem pretensão de atacar fé alguma (até porque eu não vejo nenhum ganho pessoal ou material nisso), não têm nenhuma pretensão filosófica (a menos que seja filosofia de boteco), literária e, quem sabe, nem mesmo humorística com as tiras. Se ainda assim estiver incomodado com o nome do site, pense não no sentido cristão mas sim no filosófico: é apenas uma interpretação diferente.

Dito isso creio que podemos começar.

Este site nasceu de um projeto pessoal voltado para quadrinhos deste que vos escreve. Sempre foi uma válvula de escape para mim que, de quebra, pode ser usado por outras que pessoas que quisessem partilhar do meu bom ou mau humor (este segundo possui uma frequência bem mais alta de ocorrências que o primeiro). O site também me serve como ocupação nas noites de insônia (como hoje, por exemplo. São 3 da matina e eu estou aqui escrevendo e dando uns últimos ajustes no template do WordPress).

Creio que a grande diferença desta nova versão é que dessa vez eu pretendo integrar o meu blog o Ataque de Realidade (abandonado há muito tempo, coitado, como outros 4 antes dele). Pensei em manter o mesmo nome mas, como das outras vezes, o hiato existente entre um blog e outro acabou por sufocar o anterior. Outra diferença é que, aproveitando a estrutura oferecida pelo WordPress, vou publicar as tiras em formato de post, facilitando buscas, comentários e etc, além de ficar mais fácil para exportar para outro formato de dado se eu cismar de migrar pra outro site.

As tiras não tem frequência correta para sair. Não é má vontade, apenas não posto nada se não acreditar que valha a  pena compartilhar – sugiro portanto assinar o RSS ou o Twitter, que é por onde eu costumo divulgar novidades.

Feitas as devidas apresentações, seja bem-vindo ao site. Há conhaque na prateleira do bar e cerveja na geladeira. Tem alguns pacotes de amendoim no armarinho, pode pegar, fique a vontade.

Saúde!

Posts Relacionados:

Tags: ,